Fonte: Redação - Foto: Divulgação

Começou a valer neste mês a bandeira tarifária vermelha patamar 2 nas contas de luz, considerada a mais cara das tarifas extras. Durante esse período em que as pessoas passam mais tempo em casa, o ideal é usar a energia de forma eficiente e evitar desperdícios. O que poucas pessoas sabem é que existem formas de gastar menos energia com a iluminação.


Pensando nisso, Kirla Vieira, coordenadora de mercado de iluminação da Telhanorte, selecionou quatro dicas práticas de como reduzir o consumo de energia elétrica, explorando melhor a iluminação da casa.


Escolha o tipo de lâmpada mais econômica


Opte por trocar as lâmpadas incandescentes por fluorescentes ou LED, que consomem de 60% a 80% menos energia. As lâmpadas incandescentes têm como característica converter a energia em luz e calor. Em números, 95% da energia transforma-se em calor e apenas 5% em luz. Por outro lado, as lâmpadas fluorescentes e de LED têm uma eficiência luminosa maior, vida útil mais longa e redução do consumo de energia, uma vez que não geram calor.


Aposte em iluminação portátil e sensorial


Utilizar luminárias e abajures é uma boa alternativa que evita manter as luzes da casa todas acesas. “Estas alternativas podem ser utilizadas como iluminação pontual em ambientes integrados, por exemplo. Já nos corredores ou nas escadas, onde há uma rápida circulação de pessoas, é possível instalar sensores de presença embutidos nas lâmpadas”, pontua Kirla.


Utilize cores claras


Quanto mais clara for a cor das paredes e tetos, menos iluminação elétrica será utilizada. Afinal, tons como branco, off-white e nude tendem a refletir melhor a luminosidade, seja artificial ou natural.


Aproveite a iluminação natural


Nada como a luz do dia para clarear os ambientes. “Portanto, a dica é manter as janelas e cortinas abertas para diminuir o uso das lâmpadas, minimizando os futuros gastos”, finaliza Kirla.

Sobre

Luciana M. R. da Costa

CRECI: 4571

Endereço

Rua João Fernandes Vieira, 497

Vilas Boas

Campo Grande - MS

Telefone(s)

(67) 99245-7060 / 99111-7325